GetEasy é uma FRAUDE – Golpe do comodato

GeteasyA Geteasy é uma fraude multinível com escritório em Portugal e um escritório vazio em Macau, onde o golpe é o comodato de geolocalizadores que praticamente nenhum dos afiliados usa e não é produzido ou comercializado por este esquema em pirâmide. Este esquema é um relançamento do golpe BBOM na Europa! São donos desta empresa um ex-afiliado da BBOM e uma ex-administradora desse outro esquema em pirâmide, que também tinha como golpe o comodato de geolocalizadores.

Apesar das personagens principais do golpe tentarem passar a mensagem que é uma empresa séria, credível e que vai durar muitos anos, este golpe está cheio de problemas e aliciou várias vítimas com base em mentiras e promessas. A cada mês é uma nova promessa para tentar recrutar ainda mais vítimas!

Análise Geteasy

A Geteasy é apresentada como “a maior empresa de comodato do mundo” ou “a empresa de comodatos que mais cresce no mundo, mas ambos os slogans estão completamente errados. Não existe um negócio real por detrás! Não existem provas! Essas afirmações são uma grande MENTIRA. A MEO ou a NOS são empresas de comodato muito maiores do que este golpe… e com um negócio real! Tudo o que este esquema em pirâmide faz para tentar dar credibilidade e criar interesse, é fazer vídeos e mais vídeos com supostos contratos milionários e várias mentiras. Abaixo fica o vídeo de alerta do presidente do golpe BBOM para este golpe!

Este golpe registou o domínio geteasy.pt no dia 30/07/2013 e o domínio principal geteasygroup.com no dia 28/10/2013. O domínio geteasygroup.com esteve durante vários meses sem os dados privados, pelo que deu para ver que Pedro Mira Godinho – um guru em golpes multinível – registou o domínio e colocou no campo “empresa”, o nome BBOM. Para dar suporte à sua atividade em Portugal e para parecer uma empresa legítima, criaram a empresa “Geteasy, Lda” no dia 06/08/2013, com um capital social de apenas 5.000€, e também criaram a empresa “Geteasy Limited” em Macau, para parecer que era uma empresa internacional. Apesar de existir desde o fim de 2013, só depois de abril de 2014 é que começou a ser falada e a entrar milhares de novas vítimas. Foi preciso a fraude TelexFree rebentar a 1 de abril de 2014 para este golpe conseguir crescer!

Dados do domínio geteasygroup.com antes de mudarem os dados para "privado".
Dados do domínio geteasygroup.com antes de mudarem os dados para “privado”.

Pelo gráfico Alexa é possível perceber o momento exato em que começou a entrar milhares de vítimas. Lembra-te que… como o investimento é recuperado em cerca de 3 meses, é natural que todos estes golpes que prometem uma renda fixa acabam por nunca pagar ou por nunca demorar muito tempo.

Gráfico Alexa do site geteasygroup.com - Golpe começou a angariar mais vítimas depois da TelexFree rebentar!
Gráfico Alexa do site geteasygroup.com – Golpe começou a angariar mais vítimas depois da TelexFree rebentar!

Empresas por detrás

Este esquema em pirâmide foi criado por brasileiros e registado em Portugal. Atualmente, existem duas empresas registadas na mesma morada do escritório de Lisboa, na Rua Cidade de Bissau, Loja 51 A e B 1800-075 Santa Maria dos Olivais:

  • Geteasy, Lda – empresa criada a 06/08/2013 com um capital social de 5.000€
  • Absolut League Lda – empresa criada a 17/03/2014 com um capital social de 5.000€

Estão a ser investigados pela Polícia Judiciária e por outras autoridades, por essa razão, agora existem ainda mais empresas que estão a ser usadas por este esquema sem ligação a estas personagens, como a Getfree SL, a Ingenia International Trading SL e outras. Acede à lista de empresas Geteasy e empresas relacionadas que são usadas para fazer coisas duvidosas.

Dados da Empresa Geteasy Lda

A empresa Geteasy Lda foi criada a 06/08/2013, com um capital social de apenas 5.000€ e tem como sócios:

  • Tiago Fontoura – Presidente da Geteasy é dono de 96% (4.800€). Já foi vendedor na imobiliária REMAX.
  • Pedro Mira Godinho – Diretor de Marketing da Geteasy é dono de 2% (100€). Foi um afiliado ativo da BBOM em Portugal e antes, ainda foi Diretor de Marketing da New Way Elite Club, uma fraude pouco popular em Portugal.
  • Edgar Fontoura – Diretor de Contratos da Geteasy é dono de 2% (100%). Antes era vendedor na imobiliária REMAX e foi lá que conheceu Tiago Fontoura.
Donos da Empresa Geteasy Lda
Donos da Empresa Geteasy Lda

As contas bancárias desta empresa eram usadas para receber o dinheiro e pagar o retorno prometido aos participantes. Mas, com o bloqueio das contas em Portugal e a investigação da Polícia Judiciária, tiveram que procurar novas alternativas fora do país.

Aqui fica o relatório do site informa.pt, para a empresa Geteasy Lda com todas as informações que são disponibilizadas pelo relatório grátis:

Dados da Empresa Absolut League Lda

A empresa Absolut League Lda foi criada muito mais tarde. Foi criada a 17/03/2014, ou seja, alguns dias antes da fraude TelexFree e começar a entrar muito mais participantes neste golpe. Esta empresa tem um capital social de apenas 5.000€ e tem como sócios:

  • Aline Rizato Riguetti – Dona de 95% (4.750€). Já foi Diretora Administrativa da BBOM e tem ou teve empresas relacionadas com a fraude BBOM. Chegou-nos a denúncia que é cunhada de Luiz Francisco (CCO da Pleimo). Procura por “Aline Rizato Riguetti” para veres tudo o que o Google sabe sobre esta personagem.
  • Pedro Mira Godinho – Dono de 2,5% (125€). É o Diretor de Marketing da Geteasy e guru em fraudes multinível.
  • Vânia Cristina Caixeiro Grilo – Dona de 2,5% (125€). É sócia na empresa TachoEASY Portugal Lda.
Perfil dos donos da empresa Absolut League Lda no Facebook e LinkedIn
Perfil dos donos da empresa Absolut League Lda no Facebook e LinkedIn

Ao procurar pelo nome desta empresa, encontrei várias ofertas de emprego para trabalhar como Operador de Call Center. Mas, esta empresa está a ser usada para muito mais do que fornecer serviços de Call Center. No site geteasygroup.com, aparece que são os representantes da Geteasy em Portugal… mas isso é só para enganar os mais tontos. A Geteasy Lda e a Absolut League Lda estão registadas no mesmo escritório em Lisboa!

Aqui fica o relatório do site informa.pt, para a empresa Absolut League Lda com todas as informações que são disponibilizadas pelo relatório grátis:

Como recrutam novas vítimas?

Para recrutar novas vítimas para este golpe multinível disfarçado de empresa de Marketing Multinível são várias as estratégias que já encontrei. Usam desde produtos fachada para tentar alimentar a credibilidade do esquema, além do falso contrato bilionário ou de outros contratos que não são de comodato, usam também vídeos com a falsa fábrica de baterias elétricas para automóveis elétricos com autonomia de 800km (que não existe!) ou o falso seguro que vai proteger tudo.

Em dezembro de 2014 fez mais de 3 meses que não estão a pagar e, mesmo assim, é impressionante ver a quantidade de afiliados aldrabões a dizer que estão a pagar todas as semanas ou que isto é um investimento de 200%! Não existem limites para recrutar novas vítimas e ganhar dinheiro com a desgraça dos outros. Vale tudo!

Fábrica de baterias de Carros elétricos de 800km

A fábrica de baterias para automóveis (100%) elétricos com uma autonomia de 800km foi a primeira mentira usada para alvancar esta fraude. Quem está a acompanhar desde o início, como o site tenhodividas.com, descobriu que isso não era nada mais do que a estratégia de lançamento desta fraude multinível.

Primeiro, lançaram este vídeo a dizer que tinham a solução para a baixa autonomia dos automóveis elétricos e iam ganhar fortunas com isso:

… para entrar ainda mais vítimas baseadas numa mentira, os líderes do Brasil, Deolane Paz dos Santos e Tito Bezerra, loucos por enganar e ganhar dinheiro com a desgraça dos outros, fizeram um vídeo com a personagem António Loios a dizer umas boas mentiras. No minuto 1:30 esta personagem conhece um Marcos Loios, que é um génio porque… com uma pequena alteração química alterou a bateria dos 200 a 300km para os 800km. UAU!! MAS QUE GÉNIO!! Isso é UMA TRETA!! Esta personagem devia inventar melhores mentiras.

… mas como foi tudo uma burla bem montada e onde incluiram o Presidente da Câmara de Vila de Rei e o advogado Dias Ferreira, foi descoberto que era mentira. O Sexta às 9 da RTP1, foi mais além e descobriu a verdade…

… e o advogado Dias Ferreira denunciou o esquema em pirâmide…

Produtos Fachada

No início deste golpe, o produto fachada era o Getcoin, que prometia um rendimento fixo anormalmente elevado a minerar Bitcoins usando uma pen USB. Qualquer pessoa com experiência em Bitcoins sabe que isso era uma grande mentira. Dia após dia torna-se difícil de minerar Bitcoins e, como resultado, o retorno é cada vez menor. Para mineração real de Bitcoins, seria necessário ter um super PC para ter um retorno igual, por isso deu logo para ver que o produto era uma fachada para golpe. Depois de aparecer os problemas e se saber que era mentira, abandoram esse produto fachada! Na foto abaixo, a líder nº 2 do Brasil, Deolane Paz dos Santos, mostra com orgulho a pen USB.

A pen USB que era entregue no pacote Getcoin. Para minerar Bitcoins e rebecer o retorno prometido por este golpe, seria necessário muito mais do que essa pen USB.
A pen USB que era entregue no pacote Getcoin. Para minerar Bitcoins e rebecer o retorno prometido por este golpe, seria necessário muito mais do que essa pen USB.

Depois, lançaram o produto fachada GETTRACKER. Usam os geolocalizadores Queclink GL200 e os GoSafe G777, G71 e G606 para parecer que existe um negócio real por detrás. Não existem milhões de geolocalizadores comodatados como os donos do golpe dizem. Para parecer que o geolocalizador é produzido por esta fraude, eles apagam todos os vestígios do fabricante e até quando o produto chega ao escritório de Lisboa, eles retiram-nos da caixa original e colocam-nos numa caixa criada por eles, para parecer que é um produto próprio. Mas não é!!

Para justificar o rendimento elevado e parecer sustentável, eles dizem que:

Tu compras um pacote Gettracker e recebes um geolocalizador. O resto dos geolocalizadores é comodatado. Recebes um rendimento fixo durante 12 meses e os nós ganhamos dinheiro, porque esses geolocalizadores são comodatados por 2 anos (e já ouvi falar também em 4 anos). Ou seja, no primeiro ano não ganhamos nada, só depois.

A história acima, é a história usada para tentar passar a mensagem de sustentabilidade, que todos os golpes falam, mas acabam por rebentar. Este é apenas mais um!

Geolocalizador Gettracker GL200 é o Queclink GL200. Este golpe não produz ou vende geolocalizadores. Eles compram e depois trocam de caixa para parecer que esta fraude é uma empresa legítima. (foto: tenhodividas.com))
Geolocalizador Gettracker GL200 é o Queclink GL200. Este golpe não produz ou vende geolocalizadores. Eles compram e depois trocam de caixa para parecer que esta fraude é uma empresa legítima. (Foto: tenhodividas.com)

e

Geolocalizadores GoSafe G777, G71 e G606 que são usados por este golpe. Encomendam estes geolocalizadores ao fabricante e no escritório de Lisboa trocam de caixas, para parecer que isto é uma grande empresa.
Geolocalizadores GoSafe G777, G71 e G606 que são usados por este golpe. Encomendam estes geolocalizadores ao fabricante e no escritório de Lisboa trocam de caixas, para parecer que isto é uma grande empresa. (Foto: tenhodividas.com)

Como é caro e dá muita maçada comprar os geolocalizadores, trocar de caixa, dar suporte e enviar para as vítimas, então decidiram criar o pacote GETMUSIC em parceria com a Pleimo.com. O Pleimo é um site brasileiro parecido ao Spotify, que ninguém usa ou fala. Aqui, ao investir neste pacote, os participantes recebem vários cupões para entregar a novos utilizadores e novas bandas. O mais bonito de tudo, é que não é obrigatório entregar os cupões de novas contas, para receber o retorno prometido.

Depois dos pagamentos atrasados desde junho de 2014, a Pleimo cancelou a parceria com a Geteasy e o pacote GETMUSIC desapareceu do site geteasygroup.com.

Resposta da Pleimo.com à parceria com a Geteasy
Resposta da Pleimo.com à parceria com a Geteasy

Agora, o único produto de fachada é o pacote de investimento Gettracker!

Plano de Compensação

Agora, como só existe o pacote de investimento GETTRACKER nesta burla online, só vou colocar a imagem que os recrutadores usam para recrutar novas vítimas e ganhar dinheiro com a desgraça dos outros. Os planos dos pacotes são muito parecidos, só o que mudava no GETCOIN e GETMUSIC, era o produto fachada que o participante recebia.

Investimento inicial e o retorno prometido deste golpe no GETTRACKER
Investimento inicial e o retorno prometido deste golpe no GETTRACKER

A imagem acima, é uma das muitas imagens usadas para recrutas novas vítimas com promessa de dinheiro fácil. Nunca dizem que é preciso pagar 20€/mês pela conta e para retirar o dinheiro é preciso pagar uma taxa elevada de 75€. Antes era 35€, mas para tentar adiar o fim do golpe, modificaram a taxa para menos vítimas retirarem o dinheiro.

Contratos

Para apresentar este golpe como sustentável, afirmaram que tinham contratos milionários e ainda tiveram a lata de mostrar folhas de contratos que apenas são acordos de boa fé, que não resultam no comodato de nada. Mas que desespero! Os contratos milionários eram tantos que não têm dinheiro para pagar o retorno prometido.

Nenhuma empresa séria iria prometer um retorno elevado de 200%, afirmando que o investimento inicial serve para comprar produtos e colocá-los no mercado. Para isso, a qualquer empresa séria ia ao Banco e pedia um empréstimo com uma taxa de juro inferior a 10%. Todas as justificações e argumentos usados para tentar legalizar este golpe são mentiras!

Nesta parte, vais ficar a saber a verdade sobre o contrato bilionário e o contrato com o Príncipe Bandar Bin Mohammed Bin Abdurrahman Al Saud.

Primeiro… o contrato bilionário não é nada mais do que folhas. Segui todas as pistas partilhadas pelo tenhodividas.com no contrato bilionário Geteasy e não cheguei a nenhuma empresa. A Prime Strategies LLC é uma empresa de fachada. Para haver um contrato real de 1 bilião de euros, teria que existe uma empresa real e de sucesso. Esta estratégia foi usada para aumentar o recrutamento de novas vítimas no início de 2014. Aqui fica o vídeo partilhado peki Presidente da Geteasy Tiago Fontoura:

Segundo… o contrato com o Príncipe Bandar Bin Mohammed Bin Abdurrahman de 27 de maio de 2014, não é para o comodato de geolocalizadores. É apenas um contrato de boa fé! O Príncipe aceita dar consultoria à empresa Tacho Easy Middle East, criada por António Loios. Essa personagem dizem que esse contrato inclui 1 milhão e 360 mil equipamentos, mas é uma grande MENTIRA!

Aqui fica a foto e o vídeo completo, onde gostam de mostrar o momento de assinatura do contrato que não comodata nada!

Contrato com o Príncipe Bandar Bin Mohammed é para Consultoria
Contrato com o Príncipe Bandar Bin Mohammed é para Consultoria

Fusão com a TachoEASY IBERICA

Como as “coisas” não estavam muito bem com este golpe multinível, decidiram anunciar a maior fusão do Marketing Multinível. Maior fusão do MMN? Não foi a maior… e não foi fusão nenhuma! Isto foi uma maneira de justificar a entrada de António Loios para CEO da Geteasy, uma empresa disfarçada de MMN. Os golpes precisam sempre de novidades para alimentar o recrutamento e… isso foi a novidade mais fraca.

António Loios é uma personagem que usa a falta de palavras para enganar e enganar ainda mais. Ele não é nada mais do que um ator. Essa personagem é dono da TachoEASY IBERICA SL e da TachoEASY Portugal Lda. Desde o início do golpe, que ele esteve lá, apresentado como parceiro. A 02/10/2014 a TachoEASY Portugal Lda foi executada pela MEO por causa de uma dívida de 17.727,89€. Ou seja, este senhor anda de um lado para o outro a se gabar e nem tem 17 mil euros para pagar a conta da MEO.

É ele que aparece em vários vídeos da Geteasy a tentar aldrabar os membros desta pirâmide, com a ideia que o golpe tem uma parceria com o IFC, o maior grupo financeiro mundial, do grupo Banco Mundial. Na verdade, este golpe tem parceria é com o IFC Ltd, que ninguém conhece e é uma empresa de fachada. Por isso, é que de um dia para o outro António Loios tornou-se no Vice Presidente do IFC Ltd.

Outra vez, falta-lhe palavras. Ele aparece nos vídeos a falar no nome da TachoEASY,  mas ele não é dono e não tem qualquer relação com essa empresa alemã. Ele é dono da TachoEASY IBERICA SL e da TachoEASY Portugal Lda e, nenhuma dessas empresas é parceira ou franchisado da TachoEASY. Basta ir ao site tachoeasy.pt e tachoeasy.es, que são os domínios de Portugal e Espanha, para perceber que essas duas empresas não são reconhecidas pela empresa TachoEASY.

“Vendida” como investimento dos 200%

Desde o início que a Geteasy foi vendida como um investimento de 200%. Apesar dos donos afirmarem que iam bloquear os membros que dissessem que isto é um investimento, na realidade os próprios aldrabões usaram essa tática. Aqui ficam várias provas, onde o CEO Geteasy António Loios diz que os investimentos estão protegidos…

e o milionário Geteasy Hernani Gonçalves diz que é um investimento de 200% e os Bancos não gostam nada disso

Para quem já está acostumado a lidar com estas fraudes diariamente, como eu, isto é uma coisa que mete nojo. Já para quem é ainda novato nestas andanças, é fácil de cair nestas lavagens cerebrais. No início é tudo fantástico, a melhor coisa do mundo, a empresa do futuro e outras tretas! Depois, rebenta e dizem que a culpa foi dos outros.

Vale tudo para ganhar dinheiro com a desgraça das pessoas!

Seguro que não existe

O seguro da Seguradora com mais de 15 anos no mercado, que tinha como objetivo “segurar” o saldo do backoffice e o investimento inicial é apenas mais uma mentira. Esta mentira foi usada pela TelexFree e por outras pirâmides. Esta pirâmide não podia fazer diferente!

Isto foi uma das muitas manobras usadas para recrutar vítimas e garantir que era uma empresa legítima e sustentável! No vídeo acima o presidente da Geteasy Tiago Fontoura, ainda fala no seguro, mas não acrescenta muito. Mesmo não vale a pena! Porque nenhuma Seguradora ia fazer um seguro para um esquema em pirâmide.

Reportagem do Programa Sexta às 9 – RTP1

Como esta pirâmide financeira conseguiu atrair muitas vítimas, também conseguiu aparecer nos radades das autoridades e dos principais meios de comunicação. Qualquer pessoa que entende de negócios, percebe logo que isto é uma fraude multinível. Por essa razão e para alertar os mais incautos, a RTP1 alertou os portugueses através do programa Sexta às 9 nos dias 26 e 31 de novembro de 2014.

Na primeira reportagem sobre a Geteasy no Sexta às 9 de 26/10/2014, a repórter da RTP1 fez um resumo geral sobre todo o esquema e falou com o Pedro Mira Godinho. Aqui está a reportagem que irritou muitos afiliados:

Depois do sucesso da reportagem, a Geteasy usou a estratégia de agradecer à RTP1 para parecer que está tudo legal… mas isso é apenas teatro destas personagens. Mas… o programa Sexta às 9 de 31/10/2014 lançou na semana seguinte uma nova reportagem, com mais detalhes sobre o golpe… e não agradeceram. Os aldrabões tiveram parte do esquema desvendado. Aqui está a segunda reportagem:

Razões porque a Geteasy é uma fraude

  1. Esquema em Pirâmide – Novos “investidores” dão o dinheiro aos antigos “investidores”. Não existe compra de nenhum produto ou serviço. É um investimento inicial com a promessa de um lucro fácil, sem vender nada ou recrutar. O retorno prometido não depende da performance. Logo, dá para perceber que só com a entrada de novas vítimas é possível assegurar esse retorno por algum tempo.
  2. Não existe um negócio real por detrás – Não existem provas como existe um negócio real por detrás. Os geolocalizadores são comprados ao fabricante e no escritório da Geteasy em Lisboa são alterados de caixa. Apesar de colocarem publicidade no site a indicar que o geolocalizador GL200 custa 14,99€ por mês, durante 2 anos de contrato, não vendem isso. É um produto de fachada!
  3. Escritório de Macau está vazio – No início, a morada de Macau era um escritório virtual, agora têm um escritório alugado e não está lá ninguém. Está vazio! A reportagem do programa Sexta às 9 descobriu isto.
  4. Nenhum afiliados usa e fala bem dos geolocalizadores – Até agora não vi nenhum afiliado a dizer que este golpe tem um bom produto e que usa no dia-a-dia. O produto de fachada só existe para tentar dar credibilidade ao golpe. Muitas pessoas vão acreditar que esta fraude é Marketing Multinível só por causa que existe um produto físico comprado a outra empresa.
  5. Fazem vídeos e mais vídeos com mentiras – Já vi tantos vídeos de afiliados e dos próprios donos deste golpe, onde dizem várias mentiras para alavancar esta fraude e conseguirem lucrar com a desgraça das pessoas. Promover este tipo de esquemas é ilícito em Portugal, no Brasil e noutros países.
  6. Usam empresas que ninguém conhece e apresentam-nas como grandes empresas – Quando começaram a aparecer os problemas e a Polícia Judiciária começou a investigar esta fraude, as personagens por detrás do golpe fizeram parcerias com empresas que ninguém conhece e dizem que são grandes empresas. A TachoEASY IBERICA SL foi criada por António Loios, o CEO da Geteasy, e não tem qualquer relação com a TachoEASY… mas o CEO do golpe está sempre a dizer TachoEASY em vez de TachoEASY IBERICA. Além disso, ainda tem o IFC Ltd, que inicialmente foi apresentada como o maior grupo financeiro, mas é uma empresa tão pequena que ninguém conhece e não tem escritórios em todo o mundo. Aproveitaram do facto para enganar e iludir as vítimas com o IFC do grupo Banco Mundial.
  7. Não existe nenhum seguro – Para tentar alavancar e trazer uma falsa segurança, dizem que fizeram um seguro, mas até agora nem seguro e nem dinheiro.
  8. Partilham pouca informação para recrutar vítimas com mentiras – Esta fraude vive à base da mentira e falta de informação. Primeiro foi a fábrica que iam comodatar as baterias, depois os contratos, a parceria com o IFC Ltd que ninguém conhece e partilhavam como se fosse o IFC e agora é estarem cobertos por um fundo de investimento de 2 mil milhões de euros.
  • Henrique

    Verifique pf o seguinte Geteasy Europa, rádio Fenix. Novo esquema.

    • Gonçalo Silva

      Olá Herinque, esse novo esquema amador já está na minha lista. Obrigado pela denúncia.