PayDiamond é uma FRAUDE – Golpe dos Diamantes

Fraude PayDiamondA PayDiamond é sem dúvidas um esquema Ponzi.  Os donos e os seus cúmplices estão sempre a repetir “…estamos inseridos num mercado bilionário, estamos no mercado dos diamantes…“, para parecer que este golpe é um negócio multinível sério, lucrativo e sustentável, mas não é!

Gosto  de ver o desespero de quem está a promover este golpe. É que tentam de tudo! Desde falar que a Pay Diamond conseguiu acesso a um mercado restrito ou usar textos decorados, como este dizendo que “a PayDiamond consegue pagar porque tem uma majoração de 3 vezes entre a pedra normal e lapidada… bla bla bla“. Analisei ao pormenor este esquema e fico impressionado como ainda existe gente que cai nisto.

Análise PayDiamond

Primeiro que tudo e… antes de passar para as várias razões porque não deves investir nesta fraude, é importante lembrar que a PayDiamond não é uma empresa de marketing multinível. Para ser uma empresa de marketing multinível teria que haver a venda direta de produtos.  Existe venda de produtos diretamente a consumidores? Não! Pois…então não é MMN!!

Estar sempre a repetir “MMN” e “Diamantes”, não vai fazer com que o golpe vire Marketing Multinível ou esteja no mercado dos diamantes.

É verdade que tem um plano de compensação com algumas semelhanças de uma empresa de MMN, mas NÃO É MARKETING MULTINÍVEL!! Também não é MLM, Multi-level Marketing, Marketing de Rede, ou outro nome. É um ESQUEMA PONZI!

Neste caso, os afiliados recrutam novos participantes que são obrigado a investir dinheiro na compra de um ou mais pacotes de participação na pirâmide, que custam entre 400 e 36 mil dólares, com a promessa de obter retorno de 200% em 12 meses ou mais, no caso de recrutarem novos participantes.

Como não existe um negócio real de lapidação e venda de diamantes, é mais do que óbvio de onde vem o dinheiro pago a alguns dos participantes. O dinheiro dos novos investidores é usado para pagar o retorno aos antigos investidores… até o esquema colapsar.

A PayDiamond é mais um daqueles esquemas com frases feitas e, se fazes uma resposta para o qual eles não têm uma resposta já preparada, eles ficam muito chateados!

Ora vejamos, algumas das frases feitas usadas para aliciar novas vítimas que encontrei:

  • …estamos num mercado bilionário, é o mercado dos diamantes…
  • “…uma empresa que atua no bilionário mercado dos diamantes
  • …é um mercado restrito, e conseguimos entrar…
  • … você participa, a empresa vende e todos ganham.
  • …estamos a falar de uma empresa sustentável baseado num mercado altamente agressivo e bilionário, que é o mercado de diamantes..”
  • …não precisa de entrar ninguém…

Basta ver os vídeos para descobrir isto!

Donos da PayDiamond

Segundo todas as apresentações, os donos deste golpe amador são Adriano Azevedo e Carlos Luiz. Por coincidência foram recrutadores ativos na fraude Geteasy. Talvez por isso, é que este golpe dos diamantes é muito parecido: não tem produto, retorno fixo de 200%, o mesmo backoffice e praticamente os mesmos líderes (i.e. cúmplices).

Supostos donos da fraude PayDiamond
Supostos donos da fraude PayDiamond

Em algumas apresentações da PayDiamond ouvi falar nos nomes “Grupo BW” e “BWPAY“. Fiquei curioso, por isso, procurei por esses nomes e descobri umas coisas…

A “BWPAY“, “BW Corporation” ou “Grupo BW“, é tudo a mesma coisa. É uma empresa amadora das personagens anteriores, que promovia um produto inútil de MMN, o H2O Mag da GlobalVantage, que prometia magnetizar a água. Foi um fracasso!!

BWPAY foi a empresa amadora criada para promover o produto milagroso que foi um fracasso.
BWPAY foi a empresa amadora criada para promover o produto milagroso que foi um fracasso.

Mais um daqueles produtos inúteis, que tinha muitos benefícios que nunca ninguém conseguiu comprovar, muito parecido com aquela banda do equilíbrio que custava 30€  e diziam ter sido criada por um cientista da NASA.

Que ilusão!

Descobri também que o texto (bonito) usado para descrever ambos os sócios da PayDiamond continua a ser praticamente o mesmo de há muitos anos atrás. P.S.: Esqueceram-se de atualizar os números.

Texto bonito de apresentação na página http://bwcorporation.com.br/empresa.asp, continua a ser praticamente o mesmo. Passou vários anos e número de anos continua igual.
Texto bonito de apresentação na página http://bwcorporation.com.br/empresa.asp, continua a ser praticamente o mesmo. Passou vários anos e número de anos continua igual.

Além de usarem a mesma descrição – provavelmente falsa – durante vários anos, Adriano Azevedo e Carlos Luiz já foram recrutadores (muito) ativos no golpe Geteasy, aqui ficam algumas provas:

Sócio da PayDiamond, Adriano Azevedo, foi um recrutador muito ativo na fraude Geteasy.

Sócio da PayDiamond, Carlos Luiz, foi um recrutador muito ativo na fraude Geteasy.

Tem cuidado com este e outros negócios piramidais apresentados como negócios revolucionários. Isto não é a última bolacha do pacote!

Os supostos donos da PayDiamond com os seus cúmplices brasileiros.
Os supostos donos da PayDiamond com os seus cúmplices brasileiros.

Estas personagens já participaram em muitas fraudes. Geteasy, TelexFree… são vários os nomes. Lembra-te que sabem quais são as estratégias  que devem usar para aliciar novas vítimas.

Sede PayDiamond

Não existe sede! É verdade.

Se a PayDiamond fosse um negócio real, sustentável e legal tinha uma sede. Mas não é. Tens que meter isso na cabeça. Vão inventar várias desculpas porque não têm sede.

Anteriormente, lá para janeiro de 2015, ouvi falar que tinham uma sede em Natal, no Brasil, mas parece que foi por pouco tempo.

Agora, a moda é registar uma empresa fantasma num paraíso fiscal bem longe e usar uma caixa de correio. Assim, ninguém nunca vai saber quem são os verdadeiros donos, podem fazer “lavagem de dinheiro” e quando rebentar ninguém consegue recuperar o dinheiro. PERFEITO!!

Sede internacional Pay Diamond é uma caixa de correio
Sede internacional Pay Diamond é uma caixa de correio

A morada da caixa de correio da falsa sede éCraigmuir Chambers, Road Town, Tortola, VG 1110, British Virgin Islands“. A pesquisa no Google revela que existem várias empresas registadas nessa morada.

Já agora… já pensaste como é que compram, lapidam e vendem os diamantes, se não têm um lugar físico? Porquê tanto secretismo e a falta de provas? Porque é uma BURLA ONLINE!

Domínio

O domínio paydiamond.com foi registado a 26/12/2014 e o WHOIS usa os dados pessoais de Carlos Luiz. Como a empresa tão grande e boa não tem morada, têm que usar a morada pessoal.

WHOIS domínio paydiamond.com

Por coincidência ou não, domínio foi registado quando a Geteasy colapsou definitivamente.

Plano de Compensação irreal

Numa tentativa de justificar o retorno mais que irreal e tranquilizar quem é tonto demais para cair neste golpe amador, em todos os momentos estão sempre a falar em diamantes, diamantes e mais diamantes. Quase que parece um negócio legítimo e real!

O retorno prometido a quem investir, isto é, entregar dinheiro a este esquema, é de 200%:

  • Pacote LIGHT ($400) – Retorno prometido de $16/semana
  • Pacote  PLUS ($1.200) – Retorno prometido de $48/semana
  • Pacote MASTER ($3.600) – Retorno prometido de $145/semana
  • Pacote PREMIUM ($36.000) – Retorno prometido de $1.450/semana

Ao contrário de outros esquemas Ponzi, neste dizem que dá para escolher receber o retorno de 25 semanas + joia ou 50 semanas, mas até agora não vi ninguém receber a joia. Porque será? Não existe. É o mais certo!

Maneiras do esquema Pay Diamond receber dinheiro das vítimas (fonte: tenhodividas.com)
Maneiras do esquema Pay Diamond receber dinheiro das vítimas (fonte: tenhodividas.com)

Para receber o dinheiro, segundo a análise de fraude PayDiamond do tenhodividas.com, este esquema aceita os seguintes meios de pagamento:

  • pdCode – isto é a venda de saldo virtual do backoffice. Todos os esquemas têm esta opção, por duas razões: o esquema não tem dinheiro para pagar e para incentivar a entrada de novas vítimas, que compram o saldo do backoffice.
  • Global4Pay (antes era RocketPays) – site criado por um cúmplice brasileiro para se fazer passar de gateway de pagamentos. Usa contas em vários países. A Empire MLM usou esta gateway para receber o dinheiro.
  • PayDif – gateway de pagamentos criada por um cúmplice português, localizado na ilha da Madeira (Portugal). É usada por várias fraudes. Desde a GooBets/Bewisetrader, GO2UP e este esquema.

Estratégias para aliciar novas vítimas

Para aliciar novas vítimas a investir neste golpe amador vale de tudo. Até agora, quando estava a escrever esta análise, encontrei várias estratégias muito comuns das fraudes multinível.

Primeiro, mostrar fotos ou vídeos que induzam pessoas em erro e acreditem que existe um negócio de diamantes.

Um dos sócios da PayDiamond, Carlos Luiz, tirou foto frente a carro forte para parecer que existe negócio dos diamantes.
Um dos sócios da PayDiamond, Carlos Luiz, tirou foto frente a carro forte para parecer que existe negócio dos diamantes.

Vídeo dos sócios da PayDiamond a tentar dar credibilidade ao esquema.

Segundo, mostrar fotos do backoffice com alguns dólares. Pela minha experiência em esquemas, sei que o saldo virtual é o mesmo que 0 dólares. É dinheiro de monopólio!!

Imagens de dinheiro virtual do backoffice usadas para recrutar novas vítimas.

Terceiro, vídeos a levantar dinheiro sem exibir o cartão ou sem mostrar provas de onde vem o dinheiro.

Afiliados PayDiamond a levantar dinheiro para recrutar novas vítimas

Quarto, recrutar novas vítimas em países de língua espanhola que sejam fáceis de enganar (Uruguai, Argentina, Bolívia, etc).

PayDiamond recruta otários noutros países para tentar continuar esquema.

Tem cuidado!

⇐ 23/07/2016  ⇒

Com o dinheiro do esquema Ponzi a acabar, a fraude PayDiamond usou duas novas estratégias para incentivar novas vítimas a investir dinheiro: o evento na Bolívia a falsa mina em Moçambique.

A lista de estratégias continua a aumentar. Já deve estar muito perto do fim!

⇐ 13/08/2016  ⇒

Após denúncias na Bolívia sobre a fraude PayDiamond, a vereadora Melody Tellez foi investigar o esquema em pirâmide, que acabou com o encerramento do escritório da Global Clube e a prisão do seu dono, Felipe Campos. O tenhodividas.com publicou o artigo Polícia da Bolívia investiga PayDiamond e Prende Piramideiro com toda a informação que tens que ler e ver.

⇐ 13/10/2016  ⇒

Tenho novidades sobre a fraude PayDiamond, que vale a pena serem partilhadas.

O site tenhodividas.com continua a acompanhar esta fraude disfarçada de marketing multinível, que até hoje nunca mostrou provas de ter um negócio: 0 clientes e muitos burlões.

No dia 24/09/2016 foi realizado um evento da fraude PayDiamond na Madeira, apelidado de “1ª Conferência PayDiamond Europa” que só contou com a presença dos 3 brasileiros cúmplices da fraude (Rodrigo Kagaochi, Adriano Mendes e Dilhermano Rodrigues), de fora da ilha da Madeira. O resto eram burlões locais. O evento PayDiamond na Madeira foi um fracasso.

O evento fracasso da fraude PayDiamond na Madeira pela Brilliant Team (fonte: tenhodividas.com)
O evento fracasso da fraude PayDiamond na Madeira pela Brilliant Team (fonte: tenhodividas.com)

Dias depois, a CMVM informou que a PayDiamond e a Brilliant Team, o nome de uma equipa que recruta vítimas para a fraude, estão ilegais em Portugal.

O Diário de Notícias também alertou que a Polícia em Portugal já está investigando o esquema em pirâmide.

Polícia em Portugal investiga fraude PayDiamond (fonte: tenhodividas.com)
Polícia em Portugal investiga fraude PayDiamond (fonte: tenhodividas.com)

A fraude também está a ser investigada no Brasil. Por causa disso, cancelaram o registo de uma empresa fantasma e criaram uma nova empresa fantasma. Estas são as empresas fantasma da PayDiamond no Brasil.

Fraude PayDiamond é investigada no Brasil por Crimes Contra a Economia Popular. (fonte: tenhodividas.com)
Fraude PayDiamond é investigada no Brasil por Crimes Contra a Economia Popular. (fonte: tenhodividas.com)

Foi ainda descoberto que a empresa em Moçambique PayDiamond Mineração e Comércio Limitada, é uma empresa fantasma. O endereço é igual ao dos escritórios Regus em Maputo.

Morada da empresa fantasma da fraude PayDiamond em Moçambique é a mesma morada dos escritórios Regus (fonte: tenhodividas.com)
Morada da empresa fantasma da fraude PayDiamond em Moçambique é a mesma morada dos escritórios Regus (fonte: tenhodividas.com)