Tiago Fontoura, Edgar Fontoura e outro cúmplice preso na Tunísia

Tiago Fontoura preso na TunísiaApós o colapso do esquema em pirâmide Geteasy, Tiago Fontoura criou outro esquema em fevereiro 2015, a Go2Up. O modelo de funcionamento era praticamente o mesmo, com a diferença que não existia nenhum produto físico de fachada. Isto não é Marketing Multinível!

A Tunísia foi escolhida para ser a base do novo esquema, mas acabaram por se dar mal. Com o insucesso do esquema em recrutar continuamente novas vítimas e pagar as vítimas da Geteasy, cerca de 4 meses depois rebentou. Tiago Fontoura foi preso na Tunísia, com outros dois cúmplices, a 24 de junho de 2015, acusado de cometer uma série de crimes, como formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, entre outros.

Resumo Geteasy/iGetmania/Go2UP

Já tinha avisado que isto ia acontecer!

Com a falta de competência das autoridades de Portugal em travar este tipo de esquemas, foi preciso o esquema ser montado noutro país para ver as autoridades locais a tomarem as devidas medidas.

Vale a pena lembrar que Geteasy foi uma das fraudes multinível que mais vítimas recrutou em Portugal e noutros países Europeus, contando com milhares de membros em todo o mundo, que acreditaram nas suas promessas de dinheiro fácil baseado no comodato de geolocalizadores a clientes que nunca existiram.

Outubro 2014 A Geteasy deixou de pagar, mas Tiago Fontoura e os seus cúmplices continuaram a inventar histórias para que membros acreditassem que esquema estava bem “vivo” e continuassem a investir dinheiro. Usaram várias estratégias para “empatar” os membros. Desde o evento Getawards no MEO Arena, a nova parceria com o falso Banco IFC – apresentado como um Banco mundial, os falsos contratos milionários, taxa de 75€ nos saques, bónus em novas contas, os vídeos Gettv a prometer soluções, etc.

As estratégias anteriores empataram as vítimas durante 4 meses, mas não travou o fim!

Dezembro 2014 Prometem um novo esquema e desejam feliz natal!

Janeiro 2015 – Lançaram o novo esquema iGetmania, mas rebentou poucas semanas depois. Era a mesma treta, mas disfarçada de ações e de um Banco de Investimento num país bem longe que nunca ninguém conseguiu provar que existia. Tiago Fontoura, António Loios e Michael Herzog eram apresentados como responsáveis.

Fevereiro 2015 António Loios desentendeu-se com Michael Herzog e criou a fraude VIC. Tiago criou a Go2UP!

Como a Geteasy burlou milhares de pessoas em Portugal e  já sabiam que a história ia se repetir,  o esquema foi ativamente promovido noutro país. Escolheram a Tunísia porque provavelmente parecia ser “terra de ninguém” e nunca ia acontecer nada, mas enganaram-se!

Quem está por detrás da Go2up?
Quem está por detrás da Go2up?

Junho 2015 – Cerca de 4 meses após o início do golpe Go2Up, tudo indica que chegou ao fim.  No final do mês de junho ia ser inaugurado o escritório Go2Up na Tunísia, mas acabou por nunca acontecer. Várias notícias indicam que Geteasy/Go2Up burlou cerca de 40 mil tunisinos em mil milhões de dólares.

Várias páginas do Facebook de membros da Geteasy/iGetmania/Go2Up informaram que Tiago Fontoura foi preso na Tunísia a 24 de junho.

Páginas no Facebook de membros Go2Up falam na prisão de Tiago Fontoura
Páginas no Facebook de membros Go2Up falam na prisão de Tiago Fontoura (fonte: tenhodividas.com)
Páginas no Facebook de membros Go2Up falam na prisão de Tiago Fontoura
Páginas no Facebook de membros Go2Up falam na prisão de Tiago Fontoura (fonte: tenhodividas.com)

 

Além de Tiago Fontoura, vários sites de notícias em árabe afirmam que Edgar Fontoura e outro cúmplice também foram presos no país.

Site Assabah.com.tn usa foto de Edgar Fontoura com cara borrada e fala na sua prisão.
Site Assabah.com.tn usa foto de Edgar Fontoura com cara borrada e fala na sua prisão. (fonte: tenhodividas.com)

Os detalhes ainda são um pouco confusos, devido à barreira linguística e a à pouca informação sobre o assunto.

Num dos emails que recebi sobre este caso, tem a resposta do Setor Consultar da Embaixada do Brasil em Túnis acerca Tiago Fontoura Miranda:

resposta do Setor Consultar da Embaixada do Brasil em Túnis acerca Tiago Fontoura Miranda

Julho 2015 – Com a prisão dos principais envolvidos no esquema Go2Up na Tunísia, acusados de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, entre outros crimes, estão a apagar as provas do crime.

O Backoffice Go2up (office.go2up.com) foi apagado e o site go2up.com está com uma mensagem de manutenção.

Backoffice Go2Up foi apagado. Vítimas não conseguem aceder ao saldo virtual.
Backoffice Go2Up foi apagado. Vítimas não conseguem aceder ao saldo virtual.

Será que Tiago Fontoura e os seus amigos vão ser soltos?