Paulo Portas é a nova vítima dos Anúncios Fake News Bitcoin

Paulo Portas vítima fraude Fake News BitcoinDesta vez, a nova vítima dos anúncios fake news bitcoin é o conhecido político e comentador da TVI Paulo Portas. Denuncia os anúncios falsos e nunca deposites dinheiro. É UMA FRAUDE! Parece mentira, mas não é. Esta burla online dura há vários meses. Todos os meses usam novas fotos de famosos e roubam milhares de euros, com as mentiras de ganhos fáceis. Este esquema foi denunciado em novembro de 2019 no artigo Burlões usam Anúncios Facebook com Fake News + Bitcoin + Famosos Portugueses e novamente a março 2020 em Anúncios Facebook e Instagram com Fake News Bitcoin continuam em 2020.

Quanto mais tempo vai durar esta fraude? O que espera o Facebook para parar com esta fraude milionária, que já roubou milhões de euros em toda a Europa?

Pela forma agressiva como (estão a gastar dinheiro e) publicam os anúncios, é caso para dizer que o crime está a compensar. Não se sabe quanto dinheiro foi roubado das vítimas em Portugal, mas uma coisa é certa, se não fosse lucrativo criar este tipo de anúncios falsos para atrair vítimas e roubar o seu dinheiro, nunca iriam perder tempo. Estamos a falar de burlões online profissionais. Não são amadores. Sabem usar o “jogo psicológico”, para fazer que as suas vítimas entreguem milhares de euros com promessas.

Denúncia Anúncios Fake News Bitcoin Paulo Portas

As fraudes online estão a se tornar cada vez mais num crime sério, mas as autoridades e o próprio facebook parecem estar a ignorar. Ao contrário de alguns anos atrás, deves ter cuidado no que acreditas na internet.

Depois dos burlões terem usado o nome e a imagem do jogador Cristiano Ronaldo, do cozinheiro Ljubomir Stanisic, do ex-Ministro das Finanças Mário Centeno, do Primeiro-Ministro António Costa e de muitos outros famosos portugueses, esta é a vez de usarem o político e comentador da TVI Paulo Portas.

Passo 1. O anúncio falso

Este é um dos anúncios fake news que anda a circular no facebook, com a imagem e nome de Paulo Portas. Para ter os anúncios fraudulentos aprovados, usam uma página *.shopify.com que depois redireciona para outro site do esquema.

Anúncio Fake news Bitcoin Facebook do Paulo Portas
Anúncio fake news bitcoin usa foto de Paulo Portas para atrair vítimas.

Passo 2. Página clone do JN com Mentiras

Ao clicar no anúncio, a potencial vítima é redirecionada para a página abaixo com mentiras, do passo 2. A página é um clone do Jornal de Notícias, para dar credibilidade e parecer que é o próprio JN. Em relação ao texto, é sempre igual, só mudam os nomes e as fotos.

Página com mentiras sobre Paulo Portas, Cristina Ferreira e o Bitcoin.
Página com mentiras sobre Paulo Portas, Cristina Ferreira e o Bitcoin.

Ao longo da página publicam vários testemunhos falsos e coisas absurdas. Numa das partes da página chegam a mostrar um relatório falso, que dizem ser os ganhos de Portas.

Página com mentiras sobre Paulo Portas, Cristina Ferreira e o Bitcoin.
Página com mentiras sobre Paulo Portas, Cristina Ferreira e o Bitcoin.

Se quiseres visitar a página e ver todas as mentiras, abaixo está o link direto. O mais certo é que apaguem nos próximos dias ou horas, porque foram expostos.

https://nitify.com/lp/paulo/?a=paulo_portas&sxid=9lzwhqdzrx6g&ttorigin=9lzwhqdzrx6g

Para ficar prova da página com fake news, podes fazer download do screenshot da página.

Como isto não é nada de novo e antes usaram outras celebridades, bastou apagar parte da URL, para aparecer uma página exatamente igual, só que com a foto do antigo jogador Luís Figo e com o texto alterado para o seu nome.

Fake News com Luís Figo

Passo 3. Landing Page com mais Mentiras

Todos os links na página clone do JN vão dar ao passo 3. Quem não tem conhecimentos avançados em bitcoin, investimentos e fraudes, vai cair em todas as promessas de ganhos fáceis e rápidos mostrados neste passo. As estatísticas dos burlões certamente mostram que este tipo de página consegue enganar muitas pessoas, porque usam desde o início.

Página BitcoinRevolution, da fraude de fake news bitcoin. São conhecidos vários nomes do esquema.
Página BitcoinRevolution, da fraude de fake news bitcoin. São conhecidos vários nomes do esquema.

Como este esquema de fake news bitcoin rouba milhões de euros das suas vítimas, usam dezenas de nomes e domínios diferentes. O BitcoinRevolution é um dos nome usados pela burla online, mas existem outros como o Bitcoin Code, Immediate Edge, entre outros.

No blog Negociar Forex é possível encontrar alguns dos nomes mais usados, que foram expostos no artigo como funciona a fraude fake news bitcoin.

Passo 4. Redirecionar vítimas para corretora (do esquema)

Depois de preencher o nome, telefone e email na página do passo 3, a potencial vítima é enviada para uma das corretoras ligadas à fraude. No passo 4, os burlões escolhem a corretora para onde redirecionar as vítimas.

Página redireciona vítimas para uma das corretoras ligadas ao esquema.
Página redireciona vítimas para uma das corretoras ligadas ao esquema.

Passo 5. Corretora que rouba as vítimas

Uma das corretoras que mais vezes aparece associada a esta burla online é a ROINVESTING (www.roinvesting.com), por essa razão, foi publicado aqui um aviso de fraude da ROINVESTING. Antes usava o nome GMO TRADING (www.gmotrading.com), mas com tantas pessoas que enganaram em Portugal e um pouco por toda a Europa, mudaram de nome para começar de novo a enganar pessoas.

Página de registo na corretora ROINVESTING, a corretora ligada à fraude. Antes usava o nome GMO TRADING.
Página de registo na corretora ROINVESTING, a corretora ligada à fraude. Antes usava o nome GMO TRADING.

Passo 6. Telefonar para as novas vítimas

Cerca de 5 a 15 minutos depois de preencher os dados no passo 3, alguém vai telefonar a “forçar” para terminar todos os passos para abrir conta e depositar dinheiro. Na maior parte das vezes tem um sotaque brasileiro. O operador sabe muito bem que está a ajudar a fraude e vai se identificar como um gerente de conta, que te vai ajudar (quer dizer, roubar dinheiro).

Operador do Call Center por detrás das Fake News Bitcoin.
Operador do Call Center por detrás das Fake News Bitcoin.

A corretora ROINVESTING é o disfarce perfeito para enganar as vítimas e conseguir movimentar os milhões de euros roubados das suas vítimas sem levantar problemas entre bancos. Se alguém reclamar, inventam que foi a pessoa que fez trading e perdeu dinheiro. Têm licença CySEC e ainda patrocinam o clube de futebol AC Milan.

Será que existe melhor disfarce para isto?

Se os reguladores entrarem em contacto, dizem que não sabiam de nada deste esquema, “limpam tudo” e voltam a repetir o mesmo esquema com outros nomes e noutros países.

Quando vai ser parada esta fraude milionária? No momento em que o Facebook e as autoridades intervirem. Enquanto isso, os burlões vão continuar a roubar mais dinheiro e o Facebook vai ganhar dinheiro com anúncios fraudulentos.

Quem está por detrás das Fake News Bitcoin?

Todas as provas apontam que quem está por detrás das fake news bitcoin publicadas no Facebook e Instagram seja a empresa ucraniana Milton Group.

Graças à investigação do Dagens Nyheter, o maior jornal matutino da Suécia, foi possível descobrir tudo. No artigo Inside the Kiev fraud factory stealing senior citizens’ savings e no vídeo abaixo, são revelados alguns detalhes.

O modus operandi é exatamente o mesmo em Portugal. O texto e a própria formatação dos sites é a mesma.

Vídeo do jornal Dagens Nyheter mostra sites usados pela fraude na Suécia. São semelhantes aos criados em Portugal.
Vídeo do jornal Dagens Nyheter mostra sites usados pela fraude na Suécia. São semelhantes aos criados em Portugal.

 

Isto é um esquema que já enganou milhares de pessoas em toda a Europa e continua a enganar. Não foi só em Portugal.

De acordo com o The Guardian, vítimas no Reino Unido e na Austrália também foram enganadas com este esquema. Usavam imagens de celebridades como o Hugh Jacjman, Gordon Ramsay e de Martin Lewis.

The Guardian expôs esquema com fake ads com vítimas no Reino Unido e Austrália.
The Guardian expôs esquema com fake ads com vítimas no Reino Unido e Austrália.

O The Times of Israel  falou no esquema no artigo Israeli-run scam in Kyiv shows how binary options industry has mutated, o OCCRP em Web of Call-Center Scammers Reaches Into Albania, Georgia. e o site ucraniano AIN em A story of how Kyiv-based ‘traders’ organized a $70M fraud, and who’s behind it.